Conheça as principais ferramentas que auxiliam no ensino híbrido

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o distanciamento social exigido pela pandemia de coronavírus afastou mais de 776,7 milhões de alunos das escolas. Somente no Brasil, o número ultrapassa os 48 milhões.  Para evitar que os estudantes sejam prejudicados além da falta de convívio, bem como mantenham o contato com o ambiente escolar e o aprendizado, muitas estratégias estão sendo criadas. Uma delas é o ensino híbrido, uma tendência que já vinha se apresentando e agora ganha ainda mais força.

Se você chegou até aqui, provavelmente é porque está buscando mais informações sobre esse modelo de ensino, seus benefícios e quais as soluções podem ser utilizadas para tornar as aulas mais atrativas e dinâmicas para alunos e professores.

O que é ensino híbrido?

O ensino híbrido é uma inovação para a educação do novo milênio, que consiste na integração entre o aprendizado online e o presencial. O conceito surgiu diante da necessidade de se adequar às características dos estudantes atuais, que começam cada vez mais cedo a ter contato com smartphones, tablets, computadores, entre outros dispositivos eletrônicos conectados à internet.

Em linhas gerais, por meio da metodologia, os alunos podem aprender em aulas expositivas, mas também de maneira remota, em exercícios online, projetos de campo, debates, entre outros. Ou seja, mesclam-se momentos presenciais e à distância, online e offline, com o objetivo de promover uma aprendizagem mais eficiente e assertiva.

Como o ensino híbrido funciona na prática?

Ao contrário do que alguns possam pensar, para que o ensino híbrido ocorra não basta apenas incluir o ensino online no cronograma escolar. É preciso que as instituições de ensino revejam seu planejamento e tenham em mente que assumirão um novo papel, assim como seus professores e os estudantes.

Nesse sentido, é essencial contemplar a infraestrutura para as aulas físicas e para o ensino online. Isso envolve, por exemplo, os treinamentos de profissionais, a adoção de plataformas adequadas, a definição dos métodos avaliativos e das ferramentas mais adequadas para promover a motivação e o engajamento dos públicos envolvidos.

Há diferentes métodos que podem ser aplicados. Dentro deles há a subcategoria disruptiva, que rompe com o modelo tradicional e exige mais esforços, e a sustentada, com características do modelo tradicional, mais fácil de ser adaptada.

Quais os benefícios do ensino híbrido?

Para além do cenário de crise sanitária pelo qual o mundo está passando, que requer adaptações no segmento educacional, o ensino híbrido funciona como um método do ensino que vai de encontro a um novo perfil de estudantes. Confira algumas vantagens:

Flexibilidade

O contato físico entre estudantes e professores certamente faz diferença na experiência de ambos em relação ao ensino-aprendizagem. Entretanto, os alunos também ganham em flexibilidade de ambiente e tempo para estudar.

Esse é justamente um dos principais benefícios da prática, que oferece liberdade e um novo modo de enxergar a instituição de ensino, com método tradicional e rotineiro.

Autonomia

A autonomia é uma das tendências das escolas modernas. Com o ensino híbrido isso é possível, já que os indivíduos têm a oportunidade de escolher entre os componentes de estudo que mais contribuem com o aprendizado.

Para ficar mais claro, o estudante pode escolher, por exemplo, se o melhor ambiente é a biblioteca da escola, o laboratório de informática ou mesmo sua casa. Outra vantagem do método é que os alunos aprimoram sua disciplina e responsabilidade com as atividades escolares, já que ganham mais liberdade.

Coletividade e colaboração

Uma das características do ensino híbrido é o incentivo à colaboração e coletividade dentro dos ambientes de aprendizagem. Por isso, é natural que os estudantes tenham espaço para levantar hipóteses, testar protótipos, investigar, debater e realizar outras ações que atendam interesses individuais e de grupos.

O método vai ainda mais longe. Além de aumentar a motivação e engajamento, prepara indivíduos para o trabalho em equipe, a vida em sociedade, a adaptação à diversos meios, a responsabilidade individual e coletiva, entre outros valores importantes para uma nova realidade que se apresenta.

A importância da tecnologia para a qualidade do ensino híbrido

Os recursos tecnológicos são uma das bases do ensino híbrido e funcionam como um importante apoio para as estratégias pedagógicas estabelecidas pelas instituições de ensino.

Por isso, devem ser bem estruturadas, de como com que cada elemento tenha conexão, seja em videoaulas, jogos, explicações teóricas, imersões de realidade virtual, fóruns e redes sociais.

Além disso, devem oferecer funcionalidades que integrem os ambientes online o offline, facilitem o dia a dia do professor e promovam a otimização na aprendizagem para alunos nos diferentes modelos.

A DigitalnetBR possui a solução de educação à distância da Poly Studio, que permite integração com o Zoom e Microsoft Teams. O sistema auxilia o ensino híbrido, já que garante que o professor fale tanto com quem está na escola quanto com quem está em casa ao mesmo tempo. Além disso, a empresa também conta com as lousas digitais da Kaptiva, que proporcionam uma experiência de ensino-aprendizagem atrativa e cheia de possibilidades para os professores e alunos.

Nosso artigo foi útil para você? Qual sua opinião sobre o ensino híbrido? Conhece algum método que vem dando certo? Comente aqui para compartilharmos experiências!

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>